O que é ensinado em escolas e universidades não representa educação, mas são meios para obtê-la

Ralph Waldo Emerson

A educação não pode ser delegada somente à escola. Aluno é transitório. Filho é para sempre.

Içami Tiba
Post Recentes
Educação formal

 

O QUE É A EDUCAÇÃO FORMAL, INFORMAL E NÃO FORMAL

 
POSTED IN: EDUCAÇÃO FORMAL

 

Estes termos sobre educação formal, informal e não-formal costumam gerar muita confusão, mas na verdade, estas definições são bastante simples.

Primeiro, vamos ver o que nomeamos como educação. Educação parafraseando o dicionário Michaelis UOL significa:

  • Ato ou processo de educar;
  • Processo que tem o intuito de assegurar a integração social e a formação da cidadania;
  • Ensino, método para instruir e formar o indivíduo.

Há outras definições no próprio dicionário e de outras publicações e correntes de estudos, mas estas são as que nos darão base para debater aqui a educação formal, informal e não-formal.

E para que possamos fazer este debate aqui você pode ler sobre:

  • Aprofundando o entendimento sobre o termo educação;
  • educação formal;
  • A educação não-formal;
  • educação informal.

ESTÁCIO: Conheça os cursos da Estácio e ganhe até 50% de bolsa! Clique aqui e saiba mais: https://matriculas.estacio.br/cursos!

Educação formal

Com isto, vamos à leitura que pode ser parte de qualquer um dos tipos de educação:

APROFUNDANDO O ENTENDIMENTO SOBRE O TERMO EDUCAÇÃO

Se educação é como vimos no dicionário o ato ou processo de educar, não necessariamente este processo se dá na escola.

Mesmo que nos atemos à integração social e formação da cidadania que a escola tem papel fundamental, mas tampouco podemos pensar a escola como única formadora de cidadania e de integração social.

Por isto, que dentro da educação sempre há a divisão entre educação formal, informal e não-formal.

A EDUCAÇÃO FORMAL

educação formal é a que se dá nas escolas, isto falando de modo bastante generalizado, mas ela também é a principal responsável pela inserção do sujeito no processo de integração social.

Esta inserção se dá tanto pela reunião de crianças e adolescentes que normalmente tem a mesma faixa etária e realidade socioeconômica, além do convívio com professores e profissionais da educação que também contribui para entender outras relações sociais, principalmente quando ingressam na educação infantil.

Mas a principal função para a integração social é a formação para o mercado de trabalho que é iniciado na escola e que possibilita a criança desde a educação infantil ver as diferentes vertentes e disciplinas que pode ir aprimorando seus estudos até a graduação e ao final do processo educativo na escola possa escolher sua profissão.

Algumas práticas cotidianas também devem estar inseridas na educação formal, apesar de que muitas vezes são menosprezadas, nós preparamos um texto sobre a educação financeira na educação formal que você pode acessar aqui.

A EDUCAÇÃO NÃO-FORMAL

A educação não-formal também é relativamente institucionalizada, apesar de serem processos educativos mais pontuais eles são realizados em espaços próprios para isto, tais como:

  • Centros de contraturno escolar;
  • Escolas de idiomas;
  • Centros de oficinas artísticas ou esportivas;
  • Bibliotecas;
  • Dentre muitos outros espaços.

Diferente do que veremos na educação informal, dentro destes espaços há intencionalidade de educar, ou seja, o processo não é espontâneo por mais livre que possa parecer a atividade desenvolvida.

A EDUCAÇÃO INFORMAL

educação informal é quando este processo educativo que comentamos anteriormente se dá fora de uma instituição que tem qualquer finalidade de educar.

São exemplos de espaços de educação informal:

  • Cinemas;
  • Ruas;
  • Casas;
  • Parques e praças e;
  • Qualquer outro lugar que alguém através adquire conhecimentos e saberes.

Normalmente, estes saberes que são transmitidos na educação informal tem relação mais direta com os costumes, valores e com questões práticas da vida.

Mas, no entanto, há também outros processos educativos que acabam sendo reproduzidos no contexto da educação informal que não tem entre os agentes um lugar tão definido como na educação formal e informal.

No processo educativo da educação informal são agentes de aprendizagem e de ensino:

  • Pais e filhos;
  • Avós e filhos;
  • Irmãos;
  • ·Amigos;
  • E outras relações de laços menos sólidos.

É interessante também notar que não necessariamente os mais velhos que ensinam os mais novos. Atualmente temos vivido isto de forma bastante intensa com as novas tecnologias, onde os mais jovens ensinam os mais velhos.

Educação formal

Podemos considerar o ensino das novas tecnologias dentro da educação informal porque se trata de um processo como os outros em que a pessoa usará esta aprendizagem com finalidade de integração e inclusão digital.

E com o mundo cada vez mais conectado a inclusão digital faz parte de nossa cidadania, assim como também tem entremeado a educação não-formal como citamos anteriormente, há um artigo muito interessante produzido para o VII Congresso de Comunicação e Artes realizado em Vila Real em  Portugal que aprofunda bastante esta temática e deixo o link aqui para vocês.

Várias capacidades do processo de educação informal hoje também são valorizadas pelas empresas, há uma matéria muito interessante do Diário de Minas que expõe isto de forma clara, deixo aqui para vocês acessarem também.

Como podemos ver há espaços para todas as formas educação e para formarmos uma sociedade melhor.